MONTERIGGIONI


Dicas para Quem Visita Monteriggioni

Um pouco de Monteriggioni, na Toscana, e suas principais atrações: Porta Romea, Piazza Roma, Igreja Santa Maria Assunta, Largo Fontebranda, Jardins Públicos e vista sobre os muros do castelo.

​Onde é e como chegar a Monteriggioni

Monteriggioni é uma comuna italiana da região da Toscana, província de Siena, com cerca de 7.900 habitantes.

No entanto, o borgo (área cercada da fortaleza) é bem pequeno e possui somente 42 habitantes que diariamente lidam com centenas de turistas no quintal de suas casas, enquanto tentam viver normalmente suas vidas como se nada estivesse acontecendo.

A cidade murada fica a 0:55 minutos (56 km) de Firenze, 0:21 minutos (21 km) de Siena e 0:32 minutos (26 km) de San Gimignano.

​Um pouco da história de Monteriggioni

O borgo ou castelo de Monteriggioni foi construído pelos seneses entre 1213 e 1219, época em que a rivalidade entre Siena e Firenze estava tomando cada vez mais força.

A localização em cima de uma colina foi escolhida justamente para que os seneses pudessem controlar melhor as principais vias da época, a Francigena (importante via de peregrinação que ligava Canterbury na Inglaterra a Roma) e a Cassia (importante estrada consular que ligava Roma a Firenze) e conseguissem avistar de longe um possível ataque dos fiorentinos.

Alguns anos após a sua construção os fiorentinos começaram a brigar com os seneses pela posse do castelo já que a posição era realmente privilegiada e dava vantagem a quem o dominava.

Para se defenderem dos ataques dos fiorentinos, ao invés do tradicional fosso com água em volta do castelo, os seneses adotaram o fosso com carvão que, ao se sentirem ameaçados, era incendiado tornando-o ainda mais difícil de ser invadido.

Porém, em 1554 o então Capitão do castelo traiu os seneses e entregou-o nas mãos dos fiorentinos, o que acabou contribuindo para o fim da República de Siena em 1555.

​Curiosidades sobre Monteriggioni

Monteriggioni e Dante Alighieri: Monteriggioni é um dos borgos medievais murados mais conhecidos da Itália, citado inclusive por Dante Alighieri na "Divina Comédia" (canto XXXI do Inferno) ressaltando o seu formato redondo e as suas torres.

Monteriggioni di Torri si Corona: Nos dois últimos finais de semana de julho é celebrado Festival Medieval “Monteriggioni di Torri si Corona” – nome originado dos versos de Dante no episódio dos girantes rebeldes em volta do poço. O evento ocorre para relembrar as duas grandes batalhas ocorridas na região no período medieval – no primeiro final de semana é relembrada a batalha de 1244 e no segundo a de 1478. Na ocasião todo o borgo se transforma em uma verdadeira vila medieval com seus artesãos, nobres e plebeus caminhando pelas ruas vestidos a caráter e guerreiros se preparando para as batalhas que são realizadas durante os dias de festa.

​Atrações Turísticas em Monteriggioni

O formato da fortaleza lembra o de uma coroa de 172 m de diâmetro originalmente com 15 torres mas hoje somente 11 delas ultrapassam a altura dos muros.

Existem 3 portas de acesso mas uma delas foi fechada e por isso é conhecida como porta murata. As outras portas são: Porta Romea voltada para a cidade de Siena e Porta S. Giovanni ou Fiorentina voltada para o lado de Firenze.

Porta Romea: Vindo à pé do estacionamento, a entrada turística é feita pela Porta Romea ou Porta di Levante (n° 4 do mapa acima).

Piazza Roma: Caminhando poucos passos pela Via I Maggio logo se chega a praça principal, a Piazza Roma, onde há uma sorveteria, um bar e algumas boas lojinhas que vendem os produtos típicos da região como o Vino di Chianti, a pasta Pici, salames, produtos com tartufo entre outros.

Igreja Santa Maria Assunta: Na Piazza fica também a Igreja da cidade (n° 2).

Museus: Ao lado da Igreja estão dois museus: um conta um pouco da história da Via Francigena (nº 3) e outro da vila e da vida medieval (nº 1).

Lojas e Vielas: As lojas se extendem por toda as duas pequenas ruas da cidade.

Muralha Noroeste e Sudeste: Ao final da Via I Maggio está a Porta di Ponente (nº 5), que na está fechada. Logo a sua esquerda estão as escadas para acessar um dos lados da Muralha (nº 7 e 10). É um trajeto muito pequeno e poucas escadas, e vale pela vista do vale (paga-se 7 Euros para subir).

Largo della Fontebranda: Fazendo o contorno no Largo della Fontebranda e voltando pela rua paralela Via Matteotti, passa-se por um pequeno jardim (nº 10), sem muita atraçao, onde a população local mantém uma pequena plantação de oliveiras.

Muralhas Norte: O acesso ao outro percurso por cima das muralhas (nº 8) é ao lado da Porta Romea mas é bom saber que o interessante de ambos é só a vista, nada mais.

Fora isso o que conta mesmo é passear pelas poucas ruas do borgo e interagir com os simpáticos habitantes.

​Gastronomia em Monteriggioni

O borgo tem alguns lugares para lanches, mas restaurantes mesmos são três, que ficam na Piazza Central: Il Travaglio, Il Pozzo, Il Feudo, La Cerchia, Terra di Siena e da Remo. A qualidade da comida se assemelha, mas o Il Travaglio, que tem uma visão privilegiada da Piazza, parece ser o mais concorrido pelos turistas, assim como o Terra di Siena.

#europa #europe #italia #italy #toscana #tuscany #viagem #travel #montireggioni #dicasdecidadesnaitália #FILTROTOSCANA