ROMA 4: VILLA BORGHESE


Dicas Para Quem Visita Roma - Região 4: Villa Borghese

O Parque Villa Borgehese de Roma é o lugar perfeito pra relaxar, caminhar, bater papo e pensar na vida. Lá você pode alugar bicicletas e explorar o parque de ponta a ponta e completar a visita apreciando as obras de arte da Galleria Borghese ou da Galleria Nazionale d'Arte Moderna, entrando em contato com um pouco da história dos etruscos no museu Villa Julia e, para os pequenos, conhecendo o Bioparco, o zoologico local.

Um pouco da história da Villa Borghese

No século XVII, o cardeal Scipione Borghese Caffarelli (1576-1633), sobrinho favorito do Papa Paulo V, adquiriu uma série de vinhas e terrenos proximos a sua propriedade, com a intenção de criar um jardim secreto que fosse um símbolo do status social da família.

O cardeal Scipione confiou o projeto aos arquitetos Flaminio Ponzio e John Vasanzio e ao paisagista Domenico Savini de Montepulciano, e a Villa foi criada em 1605 com muito verde, jardins, fontes, lagos lindíssimos e árvores altas e seculares - um jardim paisagístico à maneira inglesa.

Em 1633, a Villa ganhou, além da casa principal (agora a Galleria Borghese), a Aviary (segundo "jardim secreto"). Nos séculos seguintes a Villa foi expandida e novas atrações foram construídas.

Durante o século XIX, a Villa foi palco de eventos espetaculares, como balonismo na Piazza di Siena e festas folclóricas, com música e dança, imortalizadas por numerosas pinturas e gravuras. Os príncipes Borghese eram bem conhecidos pelo povo romano, e a Villa foi de fato aberta ao público em ocasiões festivas.

Entre a Unificação da Itália e 1901, uma longa disputa legal entre a família Borghese e o governo culminou com a aquisição da totalidade da propriedade e das obras de arte pelo Estado Italiano.

Atualmente é o terceiro maior parque público de Roma (80 hectares), depois de Villa Doria Pamphili e Villa Ada e estende-se em grande parte no bairro Pinciano e em pequena parte no distrito de Campo Marzio, divididos pelas muralhas de Aureliano.

Atrações na Villa Borghese

No centro, está o lago artificial Giardino del Lago.

Também está por lá a Piazza di Siena, onde acontecem competições e exposições.

O parque abriga também a Galleria Nazionale d'Arte Moderna.

Dentro da Villa está o Palazzo Borghese e dentro dele o Museo e Galleria Borghese, que abriga exposições de arte famosas e importantes obras-primas da escultura italiana.

Lá se encontra, também, o Bioparco, um pequeno zoológico (uma boa dica para quem visita a Villa com crianças).

Por fim, o Museu Etrusco da Villa Giulia, menos visitado, mas é considerado o mais importante museu da civilização etrusca da Italia, com as criações mais importantes desta civilização.

Onde é e como chegar a Villa Borghese

O parque fica no quadrante nordeste da parte histórica de Roma.

Para quem vai de carro, o acesso é fácil e há estacionamentos pagos. Taxis para lá não são caros.

Para quem estiver com o passe Hop-on / hop-off, deve descer na Piazza di Spagna.

Por transporte público: linea elettrica 116 (percurso dentro do parque); ônibus 89, 490, 495, 160 (atraversam la Villa); ônibus 910, 52, 53, 628, 982, 223, 217 (ruas adjacentes ao parque); trem 19, 3, 2 ou metro linea A (paradas Flaminio ou Spagna); stazione F.S. - piazzale Flaminio (Roma- Viterbo).

O parque é muito grande e lá dentro há opções de aluguel de carrinhos de golf e triciclos elétricos para quem prefere maior comunidade.

Para quem prefere explorar o parque em duas rodas, por € 4 por hora ou € 10 por dia, uma boa opção é o quiosque octogonal no canto sudeste dos Jardins de Pincio, perto da Piazza del Popolo (Viale dell'Orolorgio com Viale Medici).

Há também outras alternativas para o aluguel de bicicletas na Viale dei Bambini, na Via di Villa Medici, na Viale JW Goethe, na Piazzale M. Cervantes, Viale dell'Uccelleria (perto do Galleria Borghese; www.ascolbike.com, tel. + 39-339-602-0432) e na Via delle Belle Arti perto da Bioparco e do Museu de Arte Moderna (www.ronconibiciclette.it).

Informações sobre a Villa Borghese

Parque

  • O parque é sempre aberto ao publico

  • Ingresso gratuíto

Galleria Borghese

  • Terça a Domingo, das 08:30 às 19:30 horas (bilheteria fecha as 18:30 horas)

  • Visitas acontecem em turnos de 2 horas com no máximo 360 pessoas

  • O museu não abre nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro

  • Ingressos se esgotam com muita antecedência, por isso a reserva é praticamente obrigatória (site http://selectitaly.com.br/browse/things-to-do/museum/id:42/borghese-gallery-tickets-rome)

  • Valor do ingresso: Inteiro € 21,00 por pessoa; cidadão europeu tem desconto (pode aumentar durante mostras temporárias)

  • Faz parte do circuito Roma Pass e da Roma & Più Pass (com reserva via (+39) 06 328100)

Galleria Nazionale d'Arte Moderna

  • Terça a Domingo, das 08:30 às 19:30 horas (bilheteria fecha as 18:30 horas)

  • Tel + 39-06-322-981; www.gnam.beniculturali.it

  • Inteiro € 7,50 por pessoa

Museo Nazionale Etrusco Villa Giulia

  • Terça a Domingo, das 08:30 às 19:30 (bilheteria fecha as 18:30 horas)

  • Tel + 39-06-322-6571; villagiulia.beniculturali.it

  • Inteiro € 8,00 por pessoa

#europa #europe #italia #italy #roma #rome #viagem #travel #dicasdecidadesnaitália #FILTROROMA #VillaBorgehese #Bioparco #GalleriaNazionaledArteModerna #PiazzadiSiena #GiardinodelLago #PalazzoBorghese #MuseoeGalleriaBorghese #Borghese