FIRENZE 5 - SANTA TRINITÀ

​Pontos Turísticos de Firenze - Região 5: Basilica di Santa Trinita (Basilica da Santa Trindade) e Cappella Sassetti

A basílica dos monges valombrosianos, localizada perto da famosa Ponte da Santa Trindade e na frente da Piazza della Trinitá com sua Coluna da Justiça, contem obras relevantes da evolução histórica da arte florentina e é famosa pela Cappella Sassetti e os afrescos de Ghirlandaio, que são praticamente uma fotografia da sociedade nobre na época dos Medici.

A Coluna da Justiça, que se origina das Termas de Caracala e foi um presente de Cosimo I de' Medici para o Papa Pio IV.

Mas muito antes disso, o local abrigava uma antiga igreja dedicada a Nossa Senhora do Espasmo de Vallombrosa, na época do lado de fora das primeiras muralhas.

Teve sua construção iniciada em 1092 patrocinada por um nobre florentino. Sofreu inúmeras reconstruções ao longo dos séculos, como a ampliação em estilo gótico de Nicola Pisano em 1250, a reforma de 1300 interrompida pela Peste Negra, a inclusão das capelas laterais no século XIV e a reconstrução do altar, do mosteiro e do santuário por Buontalenti no século XVI.

A revitalização gótica no século XIX que quase eliminou as obras existentes, porém recuperadas na recuperação da Igreja após a inundação devastadora de 1966.

A fachada maneirista foi projetada por Bernardo Buontalenti, caracterizado por uma simetria geométrica com elementos tradicionais, mas dispostos de forma original para a época.

O interior tem a forma de um "T" era típico das igrejas das ordens monásticas da época.

A igreja é famosa pela Cappella Sassetti. A capela contém os afrescos de Ghirlandaio com histórias de São Francisco, considerados entre as obras-primas do século XV por representar um exemplo típico da pintura que retratava a rica burguesia florentina em cenas religiosas, como o próprio Sassetti, que dirigiu um dos escritórios do Banco Medici, e membros da família Medici.

Cappella Sassetti e os afrescos de Ghirlandaio, com destaque para a figura de Lorenzo de Medici

Outras 20 capelas estão repletas de obras de arte, como na Cappella Cialli-Seringi (onde se pode ver os esboços preliminares de Lorenzo Monaco descobertos sob os afrescos), na Cappella Bartolini-Salimbeni (de Lorenzo Monaco), na Cappella Strozzi de Lorenzo Ghiberti (corresponde à atual sacristia).

​Cappella Cialli-Seringi e os esboços preliminares de Lorenzo Monaco à direita do altar e no detalhe

Cappella Bartolini-Salimbeni

Capella Strozzi de Lorenzo Ghiberti

A cripta traz algumas inscrições e lápides interessantes, bem como o piso de mosaico de azulejos preto e branco, com desenhos de animais imaginários.

A torre do sino com sua Madonna em terracota só é acessível a partir do telhado.

Ao longo da Via del Parione, o edifício do antigo convento é hoje ocupado pela Faculdade de Educação da Universidade de Florença.

No número 7, há a entrada do claustro, cujo refeitório e seus afrescos é agora ocupado pela Biblioteca da Faculdade.

Outros Pontos Turísticos da Região 5:

  • Atrações complementares e bem interessantes

  • Palazzo Strozzi (Palacio Strozzi)

  • Atrações opcionais ou de interesse específico

  • Palazzo Spini Feroni e o Museo Salvatore Ferragamo

#europa #europe #firenze #florence #florença #italia #italy #toscana #travel #tuscany #viagem #dicasdecidadesnaitália #PalacioStrozzi #PalazzoStrozzi #PalazzoSpiniFeroni #MuseoSalvatoreFerragamo #MuseuSalvatoreFerragamo #Ferragamo #FILTROFIRENZE #santatrinita