MONTALCINO


Dicas para Quem Visita Montalcino

Um pouco de Montalcino, na Toscana, e suas princiapis atrações: Fortaleza, Praça e palácio, ladeiras, Mosteiro, Abaddia di Sant'Antimo e Vinho Brunello di Montalcino, e nos arredores as vinículas e Sant'Angelo in Colle.

Onde é e como chegar em Montalcino

Montalcino é uma comuna italiana da região da Toscana, província de Siena, com cerca de 5.000 habitantes.

Fica a 1:50 horas (110 km) de Firenze, a 0:51 horas (42km) de Siena, a 0:46 horas (38 km) de Montepulciano, a 0:18 hora (14 km) de San Quirico D'Orcia e a 0:30 horas (23 km) de Pienza.

​Um pouco da história de Montalcino

A cidade provavelmente foi estabelecida na época etrusca mas foi pela primeira vez citada em documentos históricos em 814 DC com a construção de uma igreja ali por monges da vizinha Abadia de Sant'Antimo.

Durante a Idade Média, a cidade ficou conhecida por suas fábricas de curtumes para produção de sapatos e outros artigos de couro de alta qualidade. Mas com o passar do tempo, muitas cidades medievais de colinas, incluindo Montalcino, entraram em grave declínio econômico.

Como muitas das cidades medievais da Toscana, Montalcino experimentou longos períodos de paz e prosperidade interrompidos por uma série de episódios de extrema violência.

Durante a Idade Média, era uma comunidade independente com grande importância devido à sua localização na antiga Via Francigena, mas cada vez mais Montalcino passou a sofrer a influência de Siena, cidade maior e mais agressiva.

Como um satélite de Siena desde a Batalha de Montaperti em 1260, Montalcino estava profundamente envolvida e afetada pelos conflitos em que Siena se envolvia, em particular naqueles com a cidade de Firenze, nos séculos 14 e 15, e como muitas outras cidades na região central e no norte da Itália.

A cidade também foi afetada nas guerras entre os partidos gibelino (partidários do Sacro Império Romano) e guelfo (partidários do Papado). Facções de cada lado controlavam alternadamente a cidade em vários momentos no final do período medieval.

Em 1555, quando Siena foi conquistada por Firenze (na época dominada pela família Medici), Montalcino resistiu por quase quatro anos, mas finalmente caiu no domínio dos florentinos, que mantiveram sobre ela o controle até que o Grão-Ducado da Toscana passou a fazer parte da Itália unificada em 1861.

​O declínio gradual da economia de Montalcino foi recentemente revertido devido à crescente popularidade do famoso vinho da cidade - Brunello di Montalcino.

​Curiosidades de Montalcino

Origem do nome Montalcino: Montalcino leva o nome de um tipo de carvalho que cobria o terreno da região. As encostas mais baixas do próprio morro Montalcino são dominadas por vinhas altamente produtivas e oliveiras pomares.

Uvas Sangiovese Grosso: É na região de Montalcino que nascem as uvas sangiovese grosso, famosas por produzirem os cobiçados vinhos Brunello e Rosso di Montalcino.

Vinho Brunello di Montalcino: O número de produtores de vinho cresceu de apenas 11 em 1960 para mais de 200 hoje, produzindo cerca de 330 mil casos de vinho Brunello anualmente. Brunello foi o primeiro vinho a ser concedido o status de Denominazione di Origine Controllata e Garantita (DOCG).

Outros vinhos famosos da região: Além do Brunello di Montalcino (envelhecido cinco anos antes do lançamento, ou seis anos para o Riserva), o Rosso di Montalcino DOC (feito a partir de uvas sangiovese Grosso e envelhecido um ano) e uma variedade de vinhos Super Toscano são também produzidos dentro da comuna, bem como os vinhos brancos doces Moscadello (era o mais famoso até o desenvolvimento da série Brunello).

Sagra del Tordo: Todos os anos, na última semana de outubro, a festa medieval "Sagra del Tordo" é celebrada na fortaleza da cidade para comemorar o início da estação de caça. O vinho é a grande estrela do festival, junto com pratos típicos da região, especialmente polenta.

​Atrações Turísticas

Em Montalcino

Ambiente Medieval: A cidade ainda mantém os mesmos ares de antigamente. Passear pelas vielas observando as casas em tons de areia, telhados em terracota já é por si só uma experiência que vale a pena.

Fortaleza: O ponto que não pode deixar de ser visitado é a grande fortaleza, logo na entrada da cidade.

Vistas das Muralhas da Fortaleza: Lá se pode subir na muralha e observar uma paisagem linda ou fazer uma degustação dos vinhos da que levam o nome da cidade.

Próximas da Cidade

Vinículas: Tours pelas vinículas são passeios bem requistados pro quem visita Montalcini. São oferecidas diversas opções, que valem ser escolhidas pelo tempo e estilo de vinho que você quer experimentar. As mais famosas são:

  • Ciacci Piccolomini d'Aragona

  • Poggio Rubino

  • Podere Il Cocco

  • Agricola Tenuta

  • Enoteca di Piazza Wine Room

  • Cantina Cordella

  • Máté Winery

  • Poggio Rubino Winery

  • Podere Le Ripi

Borgo Castelnuovo dell'Abate: Seguindo as placas até Sant'Angelo in Colle, em meio a um bosque de oliveiras, a 10 km de Montalcino, encontra-se a Abaddia di Sant'Antimo, construída no século X com arquitetura românica medieval em mármore travertino e alabastro extraído de Volterra. Sua iluminação dourada é maravilhosa, especialmente no final do dia quando um grupo de monges Norbertinos celebra a missa das 17:00 com um canto gregoriano primorioso.

​Gastronomia

Pratos Típicos

Dizem que os vinhos locais combinam muito com carnes selvagens, então é ideal para experimentar com os pratos com javali (cinghiale), que na região tem um prato típico com polenta.

Restaurantes

Trattoria Il Leccio

  • Via Costa Castellare, 1 - estrada que chega a Montalcino, antes do acesso ao centro

  • +39 0577 844175

  • http://www.trattoriailleccio.com/

  • Funciona das 12:00 às 15:00 e das 19:00 às 22:00 horas.

  • Importante fazer reserva , especialmente na alta temporada

  • A estrela da casa é o "Vitello con fagioli e cipolla fritta"

#dicasdecidadesnaitália #europa #europe #italia #italy #montalcino #toscana #travel #tuscany #viagem #FILTROTOSCANA